Telhado Verde

Telhado Verde

Telhado Verde

Telhado verde, também conhecida como Cobertura Verde e Teto Verde

Cada vez mais esta se consolida como uma tendência arquitetônica que visa benefícios que vão além da sustentabilidade.

Em vários países da Europa esta consciência tem transformado a concepção de uso das coberturas em edifícios novos e abrindo espaço para o Retrofit de edifícios antigos.

O Retrofit é um termo atual que significa além de reformar um espaço / edifício, proporcionar uma nova forma de utilização atualizando sua infraestrutura e modernizando sua concepção estética inicial.

O que antes abrigava, na maioria dos casos, apenas as áreas técnicas dos edifícios e telhados, pode agora agregar áreas de lazer, piscinas, hortas comunitárias, fontes de energia alternativas, reaproveitamento de águas de chuvas, pista de cooper, mirantes, … ou “simplesmente” vegetação.

Esta vegetação carrega funções importantes como a capacidade de absorver a água da chuva atrasando o escoamento para o sistema de drenagem.

Esta inércia ao escoamento da água da chuva faz com que o telhado verde seja uma opção atraente em regiões urbanas, pois se usado em grande escala pode inclusive reduzir a probabilidade de enchentes.

Este efeito otimiza o conforto térmico do edifício e se aderido como obrigatório pelas leis brasileiras poderia apresentar impactos positivos e expressivos ao meio ambiente.

Observando que a maioria absoluta dos edifícios do Brasil não considera as alternativas anteriormente descritas A DeToledo arquitetura, desenvolveu uma proposta de Retrofit de sua na cobertura.

O projeto consiste primeiramente na eliminação das telhas de amianto e impermeabilização da laje bem como a reordenação das instalações existentes ocultando-as por um piso elevado de uso externo.
O projeto consiste ainda em implantar uma área de lazer com sauna, ducha, vestiários, mirante, churrasqueira, play ground e paisagismo.

Como resultado, esperamos essencialmente valorizar as relações humanas e que possam desfrutar da bela paisagem, obter lazer com segurança, o respeito ao meio ambiente, a vida animal através da atração de pássaros ao local e consequentemente uma certa valorização imobiliária.

Abraços
Arq. AmauriDeToledo
CAU A14200-0

Consiste num sistema artificial de construção de coberturas de edifícios, habitações ou mesmo estruturas de apoio, sobre as quais são aplicados diversos tipos de materiais, nomeadamente vegetação, que permitem o correcto funcionamento do mesmo e tirar partido das suas enormes vantagens ao nível arquitectónico, estético e ambiental.

A confecção de telhados verdes obedece princípios de projetos tecnológicos consistindo de várias camadas de materiais que devem compor a cobertura de forma harmoniosa. Uma analogia com a montagem de uma lasanha antes de ir ao forno é útil, pois a confecção de uma lasanha baseia-se na construção de várias camadas de alimentos que obedecem uma certa lógica para fornecer um prato saboroso. De modo equivalente, a confecção de um telhado vivo é baseada na montagem de camadas de materiais impermeabilizantes, substratos, bloqueadores de raízes entre outros materiais que devem satisfazer os objetivos de projeto.

Uma função importante de telhados verdes é a capacidade de absorver a água da chuva que cai sobre ele, atrasando o escoamento para o sistema de drenagem. Esta inércia ao escoamento da água da chuva faz com que o telhado verde seja uma opção atraente em regiões urbanas, pois se usado em grande escala pode reduzir a probabilidade de enchentes.

Consulte um Arquiteto e tire suas dúvidas sobre seu projeto!

Fonte: Wikipédia

No Comments

Post A Comment